Data: 09 e 10 de novembro de 2016 das 9:00h às 18:00h  |  Local: Sinduscon RJ

Como transformar lixo em dinheiro?

Os resíduos sólidos industriais, urbanos e da construção civil são um forte potencial de negócios e geração de empregos no mundo inteiro. Mas no Brasil ainda são tratados como lixo.

Tanto que do total produzido anualmente, de cerca de 80 milhões de toneladas, apenas 1% é reciclado, fazendo com que o País deixe de faturar R$ 8 bilhões por ano de um mercado que tem potencial para movimentar R$ 20 bilhões, em pláticos, PET, vidro, madeira, alumínio etc.

Quando mal gerenciados, degradam a qualidade da vida urbana, sobrecarregam os serviços municipais de limpeza e reforçam no país a desigualdade social.

Os chamados Resíduos da Construção Civil (RCC), por exemplo, representam no Brasil entre 51 e 70% da massa de resíduos sólidos urbanos.

Mas o lixo pode ser transformado em dinheiro, em lucro, por empresas, condomínios, shoppings etc. e ainda deixar de impactar o meio ambiente, com o gerenciamento correto.

É isso que o 6º ENCONTRO DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS – "Da Geração ao Descarte” vai debater, retomando a série histórica iniciada em 2014: “Como transformar lixo em dinheiro". O objetivo é apresentar e discutir todo o desenvolvimento da cadeia logística do segmento, os impactos causados, legislação vigente, entraves operacionais, dificuldades, carga tributária, incentivos, formas de financiamentos.

Em 2016, o evento prevê também a realização da 1ª Expo-Resíduos do Rio de Janeiro, destinada a mostrar na prática as novidades tecnológicas para gestão, operação e tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos.

gestão integrada de resíduos

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Data: dias 09 e 10 de novembro de 2016
Credenciamento:  dias 09 e 10 as 08:00
Seminários: 09:00 as 18:00
Endereço: Rua do Senado, 213 - Centro - Rio de Janeiro
Número de participantes: 200

Número de estandes previstos: 20
Credenciamento: Feira aberta ao público
Endereço: Rua do Senado, 213 - Centro - Rio de Janeiro
Número de participantes: 400 por dia

Maiores informações: (55 21) 2215-2245 | 2244-6211 | 2262-9401